"Para ser bela, pára um minuto diante do espelho, cinco minutos diante da sua alma e quinze minutos diante do SENHOR"

Como pintar os cabelos em casa

Alguns truques profissionais fazem toda diferença no resultado da coloração caseira - seja para facilitar a aplicação ou evitar que o cabelo fique com a cor manchada. "A pressa é uma das maiores inimigas no momento da transformação. Por isso, deixe para tingir os fios num dia em que você tenha duas horas disponíveis só para cuidar deles", indica o cabeleireiro Regis Feitosa. A seguir, dois valiosos roteiros de passos: um para quem tem cabelos saudáveis e outro com cuidados específicos para fios fragilizados.

Mas não esqueça: "Ao escurecer os fios, comece pela parte da frente - estará mais disposta, garantindo, assim, que a cor fique homogênea. Afinal, falhas na nuca são menos perceptíveis do que nas mechas de cima. Agora, se for clarear, lembre-se: inicie pela nuca sempre", ensina Regis Feitosa, cabeleireiro .

Regras de ouro

- Não lave a cabeça por, pelo menos, 24 horas antes de tingir (a oleosidade natural protege o couro cabeludo).

- Faça o teste de alergia proposto pelo fabricante.

- Quem nunca tingiu deve começar a aplicação pelo comprimento e pelas pontas dos fios

- e só depois atingir a raiz. Dessa forma, a cor fica mais homogênea.

- Acabou de tingir? Lave a cabeça e espere um ou dois dias para lavar de novo

- assim, a cor adere melhor.

- Peça ajuda a uma amiga para tingir a região da nuca.

- Tinta não clareia tinta: cabelo já pintado deve passar por uma descoloração antes de receber outra cor mais clara. Ainda assim, o procedimento pode danificar os fios e só deve ser executado por um bom cabeleireiro.

Após um ou dois meses, tinja a raiz para a cor continuar homogênea em todo o comprimento

Quem tinge as madeixas sabe: o crescimento dos cabelos implica na necessidade de retocar a raiz. "Quanto mais os fios estiverem distantes da cor natural, mais cedo você terá de retocar", alerta Regis Feitosa, orientador deste curso. O erro: muitas mulheres passam a tintura em todo o cabelo, o que deixa o comprimento com excesso de pigmento. "O correto é aplicar o produto somente na raiz e, minutos antes de retirá-lo, puxar para o comprimento a fim de reavivar a cor", explica Regis.

E ele completa: 'Aplique o creme protetor que acompanha o kit ou um creme hidratante ao redor do rosto para evitar que a tintura manche a pele. Se ainda assim manchar, não se desespere: passe a própria tinta no local ou musse de cabelo para retirá-la".
Qual tinta usar?

- Temporária: sem amônia, o pigmento do produto adere somente à parte externa do fio. É ideal para camuflar os primeiros fios brancos sem alterar muito a cor natural. Sai em aproximadamente seis lavagens.
- Semipermanente: também sem amônia, apenas amolece a cutícula - parte externa do fio, fixando o pigmento dentro dela. Cobre até 50% dos brancos e desbota com 24 lavagens.
- Permanente: com a ajuda da amônia, a água oxigenada retira a cor do cabelo para depois colocar a nova tonalidade. Não sai com as lavagens - basta somente retocar a raiz. É a que garante melhor cobertura dos grisalhos.
Quanto de tinta usar
Se você tem...
- Poucos fios brancos: basta aplicar a cor escolhida sem nenhuma mistura especial.
- De 30% a 50% de fios brancos: escolha a tintura semipermanente ou permanente. Se os brancos são resistentes, misture 2/3 da cor com reflexo e 1/3 de uma cor base. Na prática: para obter um 5.3 Castanho-claro dourado, combine 2/3 de tinta 5.3 e 1/3 de 5.0 Castanho-claro.
- Mais de 50% de fios brancos: o jeito é escolher a permanente. Para fios muito resistentes, é necessário combinar 1/2 parte da cor base com 1/2 parte da cor escolhida. Por exemplo, se você quer usar um 7.3, misture com a base 7.0 para garantir 100% de cobertura.
Hidratação prolonga a cor e o efeito da tintura

Duas soluções num único tratamento: além de combater o ressecamento, a hidratação mantém a cor dos fios por mais tempo

Você não está acostumada a fazer hidratação no seu cabelo? Então é hora de rever sua posição. Sim! "O tratamento tem duas funções: reparar os fios dos danos causados pela química da coloração e, de quebra, evitar o desbotamento, mantendo a cor e o brilho por mais tempo", explica Regis Feitosa, cabeleireiro paulista que revelou os truques da boa tintura nas últimas edições. "O ideal é hidratar logo após a química e, depois, semanalmente", sugere ele. Outra dica importante é acrescentar aos cuidados diários um xampu, um condicionador e um leave-in (condicionador sem enxágue) específicos para cabelos tingidos.

Lembre-se sempre:

"Os cuidados pós-tintura são importantíssimos para manter os cabelos saudáveis. Afinal, de nada adianta exibir uma cor bonita se os fios estão danificados e ressecados! Então, capriche na hidratação e use produtos para mechas coloridas", ensina Regis Feitosa, cabeleireiro.

Fonte: M de mulher

OBS: Amigas virtuosas, eu pinto a raiz sozinha, hidrato muiiito em casa..so não faço luzes, o resto..sou quase uma cabeleireira profissa...rrs

Não costumo usar esses kits de tintas, gosto de comprar a tinta( uso a alta moda, numero 8.5) e retoco minha raiz..todas as vezes que pinto, aplico uma ampola hidra brilho( uma vermelha..bem baratinha..mas é otima). Outra coisa é a hidratação..compre bons cremes. Gosto muito da Amend..são otimos.

0 comentários: